Operating a proton therapy facility

Operar uma instalação de terapia de prótons

IBA - o seu parceiro na terapia de prótons

Com a terapia de prótons, um centro de tratamentos oncológicos pode continuar no topo, oferecendo o tratamento mais avançado a pacientes oncológicos.

Escolher o parceiro certo transforma uma aventura complexa em um projeto simples e controlado.

5 coisas importantes que precisa saber sobre o seu futuro centro de terapia de prótons

Encargos operacionais por ano

Este número varia ligeiramente conforme a escolha do sistema. Consulte os gráficos ilustrativos do Proteus®ONE e do Proteus®PLUS.

Pessoal médico habitual

O centro irá exigir pessoal médico altamente treinado que abranja as especialidades seguintes:
Oncologia
Física médica
Medicina interna
Enfermagem
Tecnologia de radiação
Administração

O treinamento abrangente deverá incluir os aspetos académico, prático e operacional da terapia de prótons. O treinamento prático é uma parte integral da preparação do pessoal médico. O treinamento poderá ser realizado no local uma vez o centro esteja em funcionamento ou em outra instalação existente antes de o centro abrir, de modo a acelerar a inauguração do centro.

Consulte o pessoal médico habitual necessário para as soluções Proteus®ONE e Proteus®PLUS.

 

Número total de pacientes tratados

Por forma a ser economicamente viável, o seu centro de terapia de prótons terá que tratar um determinado número de pacientes todos os anos. Para reduzir o risco de perda de lucros, pode pedir aos hospitais que se comprometam a conduzir um determinado número de pacientes anualmente. Poderá também usar os dados internos dos hospitais para avaliar que percentagem de pacientes atualmente sendo tratada com radioterapia convencional poderia beneficiar da terapia de prótons. Um centro habitual trata cerca de 300 pacientes por sala e por ano.

O número de pacientes tratados depende da escolha do sistema.

Proteus®ONE
PACIENTES TRATADOS* COM CAPACIDADE ENTRE 300 E 350 POR ANO
NÚMERO DE FRAÇÕES* FORNECIDAS ENTRE 35 E 50 POR DIA

Proteus®PLUS
PACIENTES TRATADOS* COM CAPACIDADE ENTRE 1000 E 1500 POR ANO
NÚMERO DE FRAÇÕES* FORNECIDAS ENTRE 125 E 180 POR DIA

Variação habitual de pacientes

As propriedades físicas dos feixes de prótons conduzem a uma distribuição vantajosa das doses, o que resulta em ganhos terapêuticos melhorados.
A vantagem clínica reside no impacto superior da terapia com feixes de prótons, quando usada com intenção de cura ou como tratamento de recuperação para condições cancerígenas e não cancerígenas, em comparação com os tratamentos alternativos, como a terapia com feixes de fótons. Esta distinção pode afetar a sobrevivência, a evolução da doença, a segurança e a qualidade de vida, no que se refere à saúde, e outras consequências para o paciente.
O ênfase crescente na medicina com base em fatos significa que é imperativo avaliar as provas atuais que suportam o uso de terapia de prótons em vez de outras técnicas de tratamento para orientar melhor o médico e o paciente na direção da opção mais adequada.

A política atual desenvolvida pela Sociedade Americana de Oncologia por Radiação (ASTRO) recomenda basear a seleção do paciente na vantagem clínica acrescentada que a terapia de prótons oferece. Isto resume-se a considerar a terapia de prótons para casos em que é essencial poupar os tecidos normais em redor e em que esta poupança não pode ser alcançada de modo adequado pela terapia com base em fótons. A política fornece vários exemplos não específicos:

• O volume alvo está muito próximo de uma ou mais estruturas importantes e tem que ser alcançado um gradiente de dose acentuado fora do alvo para evitar exceder a dose de tolerância dessas estruturas.
• É necessária uma diminuição da quantidade de defeito de homogeneidade da dose em um volume de tratamento grande para evitar um ponto de crise por dose excessiva no volume tratado de modo a reduzir o risco de toxicidade excessivamente precoce ou tardia dos tecidos normais.
• Uma técnica com base em fótons iria aumentar a probabilidade de toxicidade clinicamente significativa dos tecidos normais ao exceder uma métrica com base na dose integral associada à toxicidade.
• A mesma área ou uma área imediatamente adjacente foi radiada anteriormente e a distribuição da dose no paciente tem que ser limitada para evitar exceder a dose de tolerância acumulada dos tecidos normais próximos.
Ao impulsionar as vantagens da dosimetria da terapia de prótons acrescenta-se complexidade ao tratamento quando em comparação com outros tipos de radioterapia. Por conseguinte, é imprescindível uma compreensão abrangente das vantagens e das consequências por parte dos profissionais da oncologia.

Horário de operações habitual

Este número varia ligeiramente conforme a escolha do sistema, mas é de aproximadamente 250 dias por ano e de 15 horas por dia.

Normalmente, após a Aceitação Final, os clientes terão acesso primário ao sistema de prótons para tratamento de pacientes (clínico ou de pesquisa) e a operações de garantia de qualidade. Vários locais IBA seguem, atualmente, um horário como o da lista seguinte:

• em dias úteis: 2 turnos por dia (16 horas)
• ao sábado: 1 turno por dia (8 horas)

Por exemplo, o horário diário poderia ser como o seguinte:
 6h00 – 7h00, segunda-feira – sexta-feira: garantia de qualidade
 7h00 – 21h00, segunda-feira – sexta-feira: tratamentos dos pacientes
 21h00 – 22h00, segunda-feira – sexta-feira: calibrações de campos
 6h00 – 7h00, sábado: garantia de qualidade
 7h00 – 13h00, sábado: tratamentos dos pacientes
 13h00 – 14h00, sábado: calibrações de campos

 

Contate-nos

IBA uses and stores cookies and other tracking technologies as specified in the IBA’s Cookies Policy to improve your browsing experience on our website, and to understand where our visitors are coming from.

Your information will be collected, stored, and used according to IBA’s Privacy Policy.

CAPTCHA

This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.

Cookies policy

En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l’utilisation de cookies pour vous proposer des services et des offres adaptés à vos centres d’intérêts.

Gérer vos préférences de cookies

Chez IBA, le respect de votre vie privée reste une priorité.

Les cookies fonctionnels garantissent le fonctionnement du site web. Ils ne peuvent pas être désactivés. En réglant vos préférences, vous pouvez activer et désactiver l’utilisation de ces cookies sur notre site web. Ces réglages ne seront valides que sur l’appareil que vous utilisez actuellement.

Cookies policies